quinta-feira, 20 de outubro de 2011

O FALCÃO

As 63 espécies de falcões ocorrem praticamente em todo o planeta. Para os egípcios, os falcões representavam poder. Suas longas asas pontudas contrastam com as arredondadas e fendidas das águias e abutres. Macho e fêmea são ornamentados com a mesma plumagem, mas a fêmea é ligeiramente maior. O falcão não costuma construir ninhos. Muitos falcões tem a parte superior do bico dentada como um serrote. O que diferencia os falcões das demais aves de rapina é o fato de terem evoluído no sentido de uma especialização no vôo em velocidade (em oposição ao vôo planado das águias e abutres e ao vôo acrobático dos gaviões), facilitado pelas asas pontiagudas e finas, favorecendo a caça em espaços abertos – daí o fato dos falcões não serem aves de ambientes florestais, preferindo montanhas e penhascos, pradarias,estepes e desertos.

O falcão-peregrino (Falco peregrinus) é a ave mais rápida do mundo, reconhecido facilmente em pleno vôo pela silhueta em forma de âncora. É encontrado no mundo todo sobre falésias à beira-mar e nas montanhas, só não existindo na Antártida. A velocidade e precisão de seu vôo são inigualáveis: quando ele se lança em um mergulho a 300km/h sobre a presa, esta pode morrer com o golpe. É a ave mais apreciada pelos falcoeiros, pois alia graça e força. Alimenta-se quase exclusivamente de outras aves. Em geral põe seus ovos num penhasco, muitas vezes sem ninho. Os ovos são incubados pelo casal de pais. Esta ave é protegida por lei por correr elevado risco de extinção. Entre os fatores de ameaça à espécie encontram-se o abate ilegal, o roubo de ovos para colecionismo e de crias para a falcoaria, e a poluição. A aplicação de pesticidas leva a que os produtos químicos entrem na cadeia alimentar do falcão, provocando a morte direta ou problemas de fragilidade da casca dos ovos, impedido o nascimento das crias.
Falcão-peregrino pousado num navio, enquanto come.
Origem: Wikipédia
O falcão-gerifalte (Falco rusticolus), cuja envergadura vai de 1,30m a 1,60m é o maior dos falcões. Vive nas montanhas, na tundra e nas falésias costeiras das regiões árticas. Quando localiza uma presa (principalmente pássaros), deixa seu posto de observação e avança em mergulho sobre ela, surpreendendo-a por trás. Na Idade Média, o falcão-gerifalte era considerado uma ave real devido à sua raridade e às dificuldades envolvidas em obtê-lo, assim como à pureza das suas cores. Como exemplo do valor dos gerifaltes da Groenlândia, uma dúzia dessas aves foi suficiente para pagar o resgate do filho do duque de Borgonha em 1396, após este ter sido capturado pelos sarracenos.
Foto: Joe Taruga

O esmerilhão (Falco columbarius) é um pequeno falcão cuja coloração é diferente no macho (dorso cinzento) e na fêmea (dorso castanho). Chega a medir até 33 cm de comprimento. Gosta de regiões abertas (tundra, planícies) da Europa, Ásia e América do Norte. Caça pequenos pássaros, que ele surpreende com um vôo irregular em rasantes. 
Foto: Armindo C. Alves

O falcão-sacre (Falco cherrug) é uma espécie muito utilizada na falcoaria, especialmente na Europa. É uma ave de estepes e pradarias pouco arborizada, com uma área de distribuição estendendo-se da Europa oriental até a Manchúria. Diferentemente do falcão-peregrino, não é um predador de aves, predando mais sobre roedores e outros mamíferos de tamanho pequeno. A espécie sofreu um declínio acentuado na sua área de distribuição por capturas ilegais para uso em falcoaria, o que levou a ONG Birdlife International a classificar a espécie em 2004 como ameaçada. A electrocução também é um problema que causa muitas mortes.
Foto: Maksim Antipin
Foto: Maksim Antipin
O Caracará (Polyborus plancus), ave símbolo do México, possui uma distribuição geográfica ampla, que vai da Argentina até o Sul dos Estados Unidos, ocupando toda uma variedade de ecossistemas, fora a cordilheira dos Andes. Sua maior população se encontra no sudeste e nordeste do Brasil. Graças às patas grandes e vigorosas e às garras achatadas, pode andar com facilidade. Ao contrário dos outros falcões, é visto com frequência no chão, procurando comida (carniça, mariscos, insetos). Ele também é conhecido por piratear o alimento regurgitado dos bútios e abutres. Constrói um ninho enorme, em forma de taça, no alto das árvores.
Foto: Robert Royse 


O falcão-sombrio (Falco Concolor) tem esse nome devido a sua plumagem de cor uniforme (cinza-azulada). Tem cerca de 32 à 37 cm de comprimento e envergadura de 78 à 90 cm. É encontrado na África e no Oriente Médio, onde frequenta de desertos a desfiladeiros e falésias e, no inverno, pântanos, rios e savanas arborizadas. Alimenta-se de pássaros e de insetos que captura em pleno vôo. É uma espécie ameaçada de extinção. É muito semelhante ao falcão-cinzento ( Falco Ardosiaceus), podendo haver confusão no seu reconhecimento.
Falcão-sombrio
Falcão-cinzento
O falcão borni (Falco biarmicus) tem a cabeça coberta por um pequeno capuz avermelhado e uma fina listra preta que desce do olho ao pescoço. Esse rapinante sedentário é comum no norte da África. No momento da caça, a fêmea atrai e abate as presas (principalmente pássaros) e o macho as captura.
Foto: nature-pictures.org 
O peneireiro-vulgar (Falco tinnunculus) vive na Ásia, na África e na Europa. Entre os falcões é especialista em sobrevoar um mesmo local. Planando a cerca de 10m de um terreno descoberto, examina o solo e, assim que localiza a presa, cai sobre ela.
Origem: Wikipédia


CONHEÇA O PARQUE DOS FALCÕES EM ITABAIANA (SE)

A aproximadamente 45 Km de Aracaju, localizado aos pés da Serra de Itabaina-SE, o Parque dos Falcões foi construído através do trabalho e esforço de dois sonhadores, José Percílio e Alexandre Correia. Já conhecido por muitos turistas, estudantes, biólogos, e pesquisadores brasileiros e estrangeiros, o Instituto é um dos poucos locais do país com autorização do IBAMA para a criação dessas aves em cativeiro. Com o objetivo de proteger as espécies de aves de rapina que habitam o céu brasileiro, o Parque dos Falcões tornou-se uma referência mundial no manejo, reprodução e reabilitação desses animais, acumulando um grande conhecimento sobre o seu comportamento. 

Site para informações http://www.parquedosfalcoes.com.br/



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curiosidades

Loading...