quinta-feira, 3 de novembro de 2011

O MOCHO

O termo mocho é a designação dada às aves pertencentes à família Strigidae, da ordem Strigiformes. Segundo algumas culturas, o mocho é símbolo de sabedoria ou de mau agouro. Ao contrário da coruja, tem um penacho (tufo de penas) de cada lado da cabeça, que ele empina sempre que está inquieto ou "curioso" e que baixa durante o vôo. As orelhas dos rapinantes noturnos, situadas ao lado da cabeça, são deslocadas, uma em relação à outra, para permitir que eles situem exatamente a origem do som. A visão, excelente tanto à noite quanto de dia, a audição apurada e o vôo silencioso fazem deles predadores poderosos, especialistas na caça de surpresa. Costumas engolir inteiros todos os tipos de presas vivas; depois regurgitam as partes não digeridas (ossos, asas de insetos, penas, pêlos) sob a forma de bolas que se diferenciam dependendo da espécie e que denunciam a presença de uma dessas aves no local. As diferentes espécies de mochos se distinguem segundo o tamanho, a cor da plumagem e a distribuição.

O mocho-real (Bubo bubo) se alimenta de roedores, lebres, ouriços e pássaros. Para encontrar comida, ele percorre grandes distâncias à noite. E pode viver até os 60 anos! É, atualmente a maior espécie de coruja existente no planeta, chegando a 86 cm de comprimento, 1,70 a 2,10 metros de envergadura e pode pesar até 5,5 quilos. O Bufo-Real tem uma longevidade bastante extensa que pode variar de 10 a 20 anos. Está presente na Europa, Ásia e ÁfricaTrata-se de um predador de topo, encontrando-se nos lugares mais elevados na cadeia trófica. Alimenta-se de ratos, ratazanas, gaivotas, patos, lebres e inclusive de outros bufos e aves de rapina. É violentamente atacado por gaivotas e gralhas sem bandos. É principalmente noturno e emite os seus chamamentos ao anoitecer e ao amanhecer. A destruição de habitat, nomeadamente pela construção de barragens, é um dos maiores fatores de ameaça para esta espécie, além do abate a tiro e da destruição e pilhagem dos ninhos. 
Foto: Francisco Calado
Foto: Luis Lopes

O mocho-de-faces-brancas, de porte médio - cerca de 25cm -, é africano e tem na face um disco branco com bordas pretas.  Esta coruja tem a habilidade de modificar sua aparência em situações de perigo e ameaça. Ela pode aumentar seu corpo para defender-se de outras corujas, ou aparentar diminuir de tamanho para camuflar-se como um galho. Esta coruja tornou-se bem popular devido a um vídeo japonês, chamado "Transformer Owl". A coruja no vídeo é chamada Popo-Chan e veio da Africa do Sul.


O vídeo mostra a reação do mocho 
quando encontra com uma coruja 35 cm de comprimento...
Logo depois, com uma coruja de 75 cm de comprimento.


O mocho-dos-banhados (Asio flammeusé um especialista em pequenos mamíferos, sobretudo roedores, mas também insetívoros. Medindo 37 cm, migratória, veio da América do Norte, atravessando os Andes até a Terra do Fogo. Vive em amplos banhados e caça durante o dia. No Brasil, ocorre de Minas Gerais e São Paulo até o Rio Grande do Sul. É comum nas regiões setentrionais da Europa e da ÁsiaEm Portugal é um visitante de Inverno que ocorre nas principais zonas úmidas do centro e sul do território. Vive em grupo de 20 a 30 indivíduos.
Fazenda Campo de Ouro - Piraju-SP - Brasil
Foto: Dario Sanches
O mocho-orelhudo  (Bubo virginianus), cuja envergadura é de 1,50m, habita florestas, desertos e pradarias americanas, do extremo Norte ao Sul. Tolera a presença humana e pode ser visto durante passeios a um parque. É um caçador eficaz, graças à excelente visão noturna e à audição particularmente desenvolvida. De dia dorme na mata em grandes árvores, a noite costuma aproximar-se das habitações humanas existentes em locais ermos, para apanhar pequenos animais domésticos. Muito encontrada, aos casais. Alimenta-se de pequenos mamíferos como filhotes de cutia, gatos e preás, porém não rejeita insetos. Vive à beira da mata, capões e nos campos, normalmente próximo da água. Ocorre em todo o Brasil, desde a Amazônia, Centro-Oeste, Nordeste até o Leste.


O mocho-pequeno (Asio otus) vive nas regiões arborizadas da América do Norte. Tem uma forma de cortejar muito especial: o macho se aproxima docemente da fêmea, balança e roda a cabeça, agita o corpo todo e dá uma série de piscadas para a fêmea. Se ela aceita as investidas, os dois se tocam e alisam mutuamente as penas, permanecendo unidos para o resto da vida.
Origem: Wikipédia

Qual é a diferença entre mocho e coruja?
Ela está apenas no nome. Ambos são aves de rapina noturnas, têm hábitos semelhantes e pertencem à mesma ordem (Strigiformes) e à mesma família (Strigidae). "É só uma questão de terminologia. Algumas espécies da família Strigidae são chamadas de coruja, outras de mocho", afirma o biólogo Luiz Antônio Bezerra de Melo Lula, da Fundação Zoológico de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário