segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Classificação

Pertencem ao grupo das "Aves de Rapina" as seguintes Ordens: Accipitriformes (Águias e Gaviões), Falconiformes (Falcões e Caracarás) e Strigiformes (Corujas e Mochos). Os urubus do Novo Mundo (Cathartiformes) são muitas vezes inseridos entre as aves de rapina, mas existem estudos que mostram que este grupo é mais relacionado aos Ciconiformes (cegonhas, garças), diferentes dos Abutres do Velho mundo, que são da ordem Accipitriformes (Sick, 1997). 

Com base nos dados existentes, existem mais de 500 espécies de aves de rapina no mundo, 300 só de gaviões, falcões e águias e 212 só de corujas. Não existe um número exato, pois alguns autores consideram alguns táxons como espécies enquanto outros cientistas classificam como subespécies. No Brasil, existem 69 espécies de águias, gaviões e falcões (sendo 48 da Ordem Accipitriformes e 21 de Falconiformes), 23 corujas (Strigiformes) e 6 espécies de urubus e, aliado aos outros países da região neotropical, concentra o maior número de espécies de rapinantes do mundo.


Texto compilado por: Willian Menq em 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário